close

Gilmar Santos (PT) assina carta da luta antimanicomial e reafirma compromisso em defesa de políticas públicas de saúde mental em Petrolina

“A luta antimanicomial é a luta pela dignidade, pelo acolhimento e cuidados com quem tanto sofre diante do adoecimento mental. É a luta pela garantia de direitos para que o ser humano não seja tratado de forma desumana em virtude da sua situação de adoecimento. É também a luta por melhores condições para os profissionais da área de saúde. O nosso Mandato assume essa luta com muito afinco e compromisso” afirma o vereador

O vereador professor Gilmar Santos (PT) assinou, nesta quarta-feira (21), uma carta dos núcleos antimanicomiais do Pernambuco destinada à população e aos/às candidatos/as às eleições municipais de 2020. O objetivo do documento é buscar construir um compromisso de candidatos e candidatas com a inserção de tais preceitos de defesa da vida e da luta contra os manicômios em seus projetos de governo.

“A Luta Antimanicomial é a luta pela democracia, é a luta contra o fascismo, é a luta para suplantar os efeitos ainda dilacerantes da colonização. Tomando o fio da Atenção à Saúde Mental, campo que ganhou visibilidade em função das repercussões emocionais das necessárias medidas de distanciamento social, consideramos fundamental que os projetos de campanha se comprometam com a defesa do direito à saúde, com ampliação de acesso, conforme princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), garantindo o reconhecimento da condição cidadã de usuários e usuárias, o respeito aos/às familiares e às equipes profissionais do SUS, bem como o comprometimento de pautas políticas e de governança que se mostrem combativas e punitivas (de forma cabível) a crimes de racismo, feminicídio e LGBTfobia”, diz a carta elaborada pelo Núcleo Antimanicomial Estadual Libertando Subjetividades (Recife-PE), o Núcleo de Mobilização Antimanicomial do Sertão/Numans (Sertão do Submédio São Francisco) e o Coletivo de Lírios (Garanhuns-PE)). 

Gilmar que desde 2017 tem assumido compromisso com a luta antimanicomial, cobrando mais políticas públicas voltadas para a atenção à saúde mental e fiscalizando os equipamentos que prestam tais serviços no município, mais uma vez afirma seu comprometimento pela luta em defesa da vida e da dignidade da população de Petrolina: “A luta antimanicomial é a luta pela dignidade, pelo acolhimento e cuidados com quem tanto sofre diante do adoecimento mental. É a luta pela garantia de direitos para que o ser humano não seja tratado de forma desumana em virtude da sua situação de adoecimento. É também a luta por melhores condições para os profissionais da área de saúde. O nosso Mandato assume essa luta com muito afinco e compromisso”, disse. 

Relembre:

  • Em agosto de 2018 Gilmar junto ao Mandato Coletivo realizou a Campanha de Saúde Mental nas escolas públicas de Petrolina [Veja aqui]
  • Em setembro de 2019, mês em que é enfatizada a importância da prevenção ao suicídio, Gilmar cobrou ampliação e efetividade dos serviços públicos de saúde mental do município. [Veja aqui]
  • Em setembro deste ano (2020) Gilmar cobrou ampliação de equipes de saúde nas comunidades e informações sobre serviços da saúde mental durante audiência de prestação de contas da Secretaria de Saúde [Veja aqui]
  • Em outubro deste ano (2020) Gilmar Santos solicitou ao à gestão informações sobre os Centros de Atenção Psicossociais (CAPS) de Petrolina e cobrou a entrega da obra do CAPS II. [Veja aqui]

Leia a carta na íntegra[Veja aqui]

Quero ajudar!